Friday, December 21, 2007

Dias

Quem é que já viu o filme Joe e as baratas?
Quase todo mundo, mas e quem já viu No ônibus com as baratas?
Eu ja vi, quando eu peguei o bonde Tapanã Ver-o-Peso, pensa em um bonde sujo! Égua! Vi milhões de baratinhas passeando pelo bonde, entre o lixo que o pessoal muito educado joga no ônibus, aí você pensam, claro, para não jogar na rua. Boa, mas e o fato de você poder colocar dentro da sua bolsa e jogar no lixo mesmo!?

---***----***----

Percebi que as pessoas gostam de cabelos.
Sempre que ando com os meus soltos, recebo bem mais elogios.
Será que por que, quando estou com os cabelos soltos eles escondem meu rosto? (é um caso a se pensar)

---***----***----


Acordar as 6 da manhã tem sido um ótima experiência. Fico mais sensível.
Percebo situações do cotidiano de pessoas estranhas, mas que tem o mesmo rítimo de vida que o meu, e que eu reclamo tanto, e pessoas tem vidas mais enroladas que a minha e tem um sorrisão estampado.
Percebi que, todos os dias o céu tem cores diferentes. Nunca é o mesmo tom de azul.
Todo dia é dia de novas experiências, de novos pensamentos.
Mas e quando eu não consigo reciclar o tema? Bem, aí eu tento não pensar, que é pior, por que aí que eu penso mais, e sonho mais.

E..."Dias melhores pra sempre"

1 comment:

Isabela Ramos said...

eu acho super válido reparar no céu de cada dia, mas nenhum pouco saudável esse encontro com as baratas, sabe? :P
atualiza mais, mulé! teus últimos textos estão ótimos.
beijos