Wednesday, December 10, 2008

Futuro.



O que será que me aguarda no futuro?
Será que, quando eu tiver com 45 anos, já vou estar morando só, no meu AP grande pra uma pessoa? Mas feliz por estar só.
Será que, quando eu tiver 45 anos já vou ter filhos?
Será que, vou ter filhos algum dia?
Será que, vou estar casada, com filhos e os filhos da Estrela (minha cadela).
Será que, ainda vou estar morando em Belém?
Será que, vou reencontrar pessoas que tanto gosto, mas que por algum motivo deixei de falar?

Égua!! O que será que o meu futuro me reserva?
Já não tenho mais dedos, pois já ruí todos com tantas dúvidas rondando minha cabeça.

Mas a maior dúvida de todas é: "Será que vou ter saúde? Será que vou ter um amor?"

Quero pelo menos morrer amando alguém. Mesmo que não esteja junto de alguém. Quero morrer amando alguém.

Wednesday, November 12, 2008

Novembro



Não tem como não acordar as 7:00a.m de uma quarta-feira, sem estar em paz consigo, como não respirar fundo olhar pela janela e dizer "Bom dia vida!" Depois de olhar um líndo sol de novembro.
Pra mim o novembro tem um cheiro especial, um clima único, que não é nem dezembro e nem outubro.
Claro que essas descrições estou fazendo da minha cidade em específico, não sei como é o novembro em outros lugares, mas acredito que seja tão aconchegante quanto o da minha cidade.
Aqui as folhas não caem como as outras caem, aqui não tem as 4 estaçõoes do ano, aqui tem duas, a de chuva todos os dias, e as de chuvas o dia todo.
O mês de novembro é o mês em que a chuva cai em um horário que não atrapalha ninguém. Deixa o nosso clima leve, apaixonante, o pôr-do-sol é laranja.
O sol da manhã é mais brilhoso que dos doutros dias, a temperatura é um misto de quente e frio ao mesmo tempo, não dá pra explicar, só vivendo mesmo.
O meu mês favorito é o de novembro.

É nesse mês que amo mais. É nesse mês que choro mais, que sorrio mais, que mais me divirto.
E não vou cair na besteira de dizer "Queria que o ano todo fosse novembro", por que simplesmente o mês de novembro é único, só dá pra sentir ele uma vez por ano, por isso, ele é tão especial pra mim. É demorada a chegada dele, e quando ele chega, nossa, é recebido com toda a minha alma.

É isso. Espero que percebam, depoiis de ter lido o meu novembro, um novembro mais especial.

Monday, October 27, 2008

One Love




quem sou eu:
Muitas verdades. Para ler e aprender:

Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim.

Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa:

- 'Ah,terminei o namoro...'
- 'Nossa,quanto tempo?'
- 'Cinco anos...Mas não deu certo...acabou'
- É não deu...?

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.

E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.

Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.

Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?

E não temos esta coisa completa.

Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.

Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.

Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.

Às vezes ela é malhada, mas não é sensível.

Tudo nós não temos.

Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.

Pele é um bicho traiçoeiro.

Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.

E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...

Acho que o beijo é importante...e se o beijo bate...se joga...senão bate...mais um Martini, por favor...e vá dar uma volta.

Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra.

O outro tem o direito de não te querer.

Não lute, não ligue, não dê pití.

Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não.

Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.

O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.

Nada de drama.

Que graça tem alguém do seu lado sob chantagem, gravidez, dinheiro, recessão de família?

O legal é alguém que está com você por você.

E vice versa.

Não fique com alguém por dó também.

Ou por medo da solidão.

Nascemos sós. Morremos sós.

Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.

E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.

Tem gente que pula de um romance para o outro.

Que medo é este de se ver só, na sua própria compania?

Gostar dói.

Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração.

Faz parte. Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo.

E nem sempre as coisas saem como você quer...

A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.

Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta (kuakauau, exclusivamente pra mim)

Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.

Na vida e no amor, não temos garantias.

E nem todo sexo bom é para namorar.

Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.

Nem todo beijo é para romancear.

Nem todo sexo bom é para descartar. Ou se apaixonar. Ou se culpar.

Enfim...quem disse que ser adulto é fácil?

Tuesday, October 21, 2008

Será?



Não te amo mais.
Estarei mentindo se disser que
Ainda te quero como sempre quis.
Tenho certeza de que
Nada foi em vão.
Sei dentro de mim que
Você não significa nada.
Não poderia dizer nunca que
Alimento um grande amor.
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
EU TE AMO!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade:
É tarde demais...

Thursday, October 16, 2008

Um sonho.



O amor de duas almas pré destinadas não acaba, somente acalma, e aguarda paciente a hora de aflorar novamente.

"Uma noite sem você é muito tempo. Uma vida com você é muito pouco."

Saturday, September 06, 2008

Boa Noite.

São exatamente 02:11am, segundo o relógio do meu desktop.

Sobre a mesinha, bolacha e um caneco com Nescal; três celuares que não tocaram em nem um momento depois da última ligação que foi as 21:52, em apenas um dos três celuares que tenho.

Depois dessa ligação levantei para fazer meus afazeres domésticos de quem é só. Alternando entre, esfregar uma roupa, deixar de molho no amaciante outras, eu via TV.

O filme que já assisti por mais de dez vezes, mas sabe quando você gosta de rever o revisto? Sim, eu o fiz, pois a muito não tinha prazer em vêr um programa de TV aberta. NÃo que eu sempre veja canais fechados, mas eu sempre procuro ver filmes alugados ou no cinema, são poucos os momentos que troco a minha tela LCD 15" ligada ao mundo, onde escolho se quero notícas, e se, as quero boas ou muito boas. Já que nas outras telas não se tem escolha, ou é ruim, ou péssima.

Não é a primeira vez que resolvo externar minha indiginação pelo empenho das emissoras de TV em comunicar péssimas noticias as 8:00am, ou 7:00am. Já que nesse horário as pessoas que estão vendo TV geralmente são pessoas que estão saindo de suas casas para trabalhar. De repente, essa pessoa acordou com um lindo sol a sua janela, com um aconchegante cheirinho de café, preparado por alguém que o ama muito.

Aí, resolve acordar bem, e dizer: " Esse dia será feliz", então aocntece. Dá o primeiro gole do café e ouve aquela vinheta desagradável do Plantão da Globo, onde é SÓ desgraça.

De repente, seu dia fica ciza e frio, sua expressão fecha, e saí o comentário nada original: "É! a gente saí e não sabe se volta"

Porra!!! Chega!!

Eu me reservo o direito de acordar as 7:00 da manhã, pegar a condução lotada, e colocar o meu fone de ouvido com a minha trilha sonora, olhar o sol iluminando o rosto da criança no carrinho, de ver as folhas das árvores dançarem ao rítimo da minha música.

E então chegar e dizer BOM DIA, eu sou feliz, eu faço o meu dia ser ótimo!

Thursday, September 04, 2008

Estranhezas



Eu era a primeira à levantar a bandeira das mulheres que não querem ter filhos e serão felizes.
Tenho até um discurso pronto pra convencer e mostrar o por quê não quero ser mãe.
Mas essa semana, eu estava repetindo o meu discurso e de repente me veio em mente um sorrisinho, umas brincadeiras de criança, e me vi no papel de mãe.
Não se assuste. Eu me identifiquei, quero sim, uma mão pequena pra eu segurar e ter a sensação de que estou protegendo, que estou ajudando essa pessoinha a ser feliz. Que estou plantando uma semente para um mundo melhor. Quero dar meu amor. Quero ter uma família legal, com seus problemas (é claro), mas uma família unida, que consegue se divertir com seus problemas. Quero uma família linda na praia, uma criança com cabelo queimado do sol, andando só de bermudinha ou shortinho (dependendo do sexo), quero o pai do meu filho (a) correndo pelas areias da praia atrás de um lindo sorriso seguido de um soluço feliz. E depois chegarem os dois cansados e suados, com fome e sede, e eu alimenta-los com minha comida e meu carinho, meu amor.
Rômantico, eu sei. Mas isso é um espelho ou da minha idade (26 anos) ou do momento bom que vivo hoje, sentimentalmente falando.

Tuesday, August 12, 2008

Seu.

Quanta falta me faz.
Sinto sede, uma sede incontrolável dos teus beijos, dos teus abraços, do teu cheiro, das mordidas, das palhaçadas.
Nem parece que nos vimos a 15minuntos.

Vem viver comigo, ao meu lado a cada segundo?
Deixa eu te costurar em mim?

Sunday, August 03, 2008

Pressão!!!

Nossa!! Como é complicado decidir sua vida.
Tem coisas que racionalmente te levam a certeza abisoluta, mas tem outras que, só de olhar te fazem perder totalmente a razão. Aí, você já não sabe o que é certo ou errado. Nada te satisfaz, tudo é motivo de cobrança. Não era assim, não era pra ser assim.
Tristeza me corroi.
Solidão, mesmo estando acompanhada, isso é normal?
Alguém me ajude, alguém me diga que eu não estou errada, me prove que eu estou certa.
Não quero ser um monstro que cobra, que pressiona.
SOCORRO!!!

Sunday, July 06, 2008

Estranho.

Como as pessoas só dão valor as coisas quando vêem que estão perdendo ou que perderam.
É triste.
É lamentável.

Tuesday, June 17, 2008

Malhação.


Foto: a menina do bem, O disputado, a menina do mal.

Sempre reclamei que esse programa que passa na rede Globo era a maior babaquisse, que nao muda em nada de um ano pro outro, sempre tem um casal querendo ser feliz e outros alguéns empenhados a acabar com a paz que reina entre as "alma gêmeas".
Pois é, só que eu não sabia que essas coisas aconteciam na vida real. Gente, pasmem, existem sim! pessoas empenhadissimas em acabar com a felicidade das outras, de graça, sem um objetivo plausivel, apenas pelo prazer de fofocar, ou testa a confiança ou paciencia dos seres humanos.
Pois é, mediante isso, vi que nao dá pra se confiar em ninguém, e vou até mais longe.
Esse negócio de internet é uma tremenda de uma vila, onde todos nós que não saimos da windows para cortarmos as vidas alheias através de blogs, fotologs, orkuts, e muitos outros fofoqueiros de plantam.
As pessoas sempre buscam alguém para desabafar, seja alegria, tristeza, sonhos, sei lá, qualquer coisa, daí procuram amigos (blog, fotologs, ...) e esse amigos prometem segredo,mas que em menos de segundos meio mundo já sabe. Ah! vamos combinar de nao falar nada pra ninguém e aí vcs vao ver como as coisas dao certo. ;)

Monday, June 09, 2008

Ai...insegurança.

Não sei o que pensar e o que sentir.
Uma euforia dentro de mim toma conta (as vezes), mas na moioria do tempo estou com uma insegurança que me corroi. Me tira pedaços pequenos todos os dias, que um dia esses pedaços farão falta.
Sinto que, a cada dia um pedaço meu é arrancado pelo bixinho da insegurança e um outro da desconfiança.
Não quero isso, quero ser eu mesma, como sempre fui desde o inicio. Luto, torço pra isso volte, mas sou sozinha na torcida.
Acho que vou perder.

=(

Sunday, June 08, 2008

Fogo

(Uuuu...)
Você é tão acostumada
A sempre ter razão
(Huuum...)
Você é tão articulada
Quando fala não pede atenção

O poder de dominar é tentador
Eu já não sinto nada
Sou todo torpor

É tão certo quanto calor do fogo
É tão certo quanto calor do fogo
Eu já não tenho escolha
E participo do seu jogo, eu participo

Não consigo dizer se é bom ou mal
Assim como o ar me parece vital
Onde quer que eu vá e o que quer que eu faça
Sem você não tem graça

(Uuu...)
Você sempre surpreende
E eu tento entender
(Huum...)
Você nunca se arrepende
Você gosta e sente até prazer

Mas se você me perguntar
Eu digo sim, eu continuo
Porque a chuva não cai
Só sobre mim

Vejo os outros;
Todos estão tentando
É tão certo quanto calor do fogo
Eu já não tenho escolha
E participo do seu jogo, eu participo

Não consigo dizer se é bom ou mal
Assim como o ar me parece vital
Onde quer que eu vá e o que quer que eu faça
Sem você não tem graça

É tão certo quanto calor do fogo
É tão certo quanto calor do fogo

Eu já não tenho escolha
Eu participo do seu jogo

É tão certo quanto calor do fogo
É tão certo quanto calor do fogo

Eu já não tenho escolha
Eu participo do seu jogo, do seu jogo.

Monday, June 02, 2008

Hoje.



Este livro aberto se fechará.
Só terá a chave, quem for bem vindo nele.

Sunday, June 01, 2008

Deixe tua luz brilhar.



Tua luz brilha, mesmo quando não queres, mesmo quando não a vês.
Poderás esconder-te de ti mesmo, apagando todas as tuas velas;
conbrindo com véus tuas estrelas azuis...
Mas quando te distraíres ao som de uma canção que invoca a luz do amor ou quando olhares para o mar, saberás que bilhaste...
E, se neste momento, puderes soltar tuas amarras, verás quão luminoso é o teu ser.
Sentirás as mãos amorosas da existência guiando o teu coração e ensinando-te a amar...
Saberás não estar sozinho, saberás ser amado e agradecido pelo amor do teu Criador.

Tuesday, May 27, 2008

Don't stay away



É ruim quando chegamos ao limite.
Por que paramos de sentir pelo o que não conteceu.
Simplesmente damos graças a Deus por enfim não ter acontecido.
É mais uma prova que tudo acontece por um motivo muito bom.
Tudo tem sempre um lado positivo, até o HIV, como diz um amigo meu.

É isso, temos que aprender a aceitar o que a vida nos dá, sem reclamar.

Saturday, May 24, 2008

Presente


"Quando eu te escolhi
Para morar junto de mim
Eu quis ser tua alma
Ter seu corpo, tudo enfim
Mas compreendi
Que além de dois existem mais...

Amor só dura em liberdade
O ciúme é só vaidade
Sofro, mas eu vou te libertar
O que é que eu quero
Se eu te privo
Do que eu mais venero
Que é a beleza de deitar..."


Égua! Hoje foi escroto ver e não te querer. Te tocar e não sentir.
Lamento. Mas juro que meu amor ainda existe. Só está abalado, confuso, decepcionado.

Sunday, May 18, 2008

Que coisa estranha.

Fico ouvindo a mesma música desde sexta passada.
Sinto dor mas não choro.
Sinto muitos sentimentos ao mesmo tempo, que me deixam confusa.

Acho que estou ficando igual as outras mulheres *medo*.

Fora isso estou quase bem.

Thursday, May 15, 2008

E depois...

É dia de te ver, que sorte grande, sim senhor...
É mamão no mel, algodão doce azul
E é bom, acende uma alegria tipo curumim
Por causa do que vibra dentro de você
Você não tem idéia como sou feliz
Às cinco eu passo aí para um sorvete
Levo o disco do Bob que você me pediu
E aí... a gente vai passear
E aí... a gente vai namorar
E depois... e depois... e depois...

Wednesday, May 14, 2008

Será que eu vou voltar?




Estava a dois passos do paraíso e agora parece que ele está tão distante.

Tuesday, May 13, 2008

Ai... Saudade...

videoHoje estou atacada de saudade. E não posso fazer nada.

Saturday, May 10, 2008

Um novo rosto atrás do mesmo véu.



Meu sentimento foi maculado.

"Escrevo numa tarde cinzenta e fria
Trabalho pra espantar a solidão e meus pensamentos"
[Carta Dani - Cazuza]

"O amor da gente é pra continuar
E a nossa fonte não vai secar
Porque o amor da gente vai continuar"
[Dia dos namorados -Cazuza]

Thursday, May 08, 2008

Ela é...


Inteligente. Misteriosa. Dona de si. Surpreendente. Meiga. Carinhosa. Ácida. Consumista. Alguém pra querer dormir e acordar todos os dias. Pra ser mãe de meus filhos. Geniosa. Egoista. Apaixonante. Adimirável.
(Palavra dos homens que convivem ao lado dela)

Se ela é tudo isso, por que não está com quem quer?

Wednesday, May 07, 2008

In a Manner of Speaking




In a Manner of speaking
I just want to say
That I could never forget the way
You told me everything
By saying nothing

In a manner of speaking
I don't understand
How love in silence becomes reprimand
But the way that i feel about you
Is beyond words

Oh give me the words
Give me the words
That tell me nothing
Ohohohoh give me the words
Give me the words
That tell me everything

In a manner of speaking
Semantics won't do
In this life that we live we only make do
And the way that we feel
Might have to be sacrified

So in a manner of speaking
I just want to say
That just like you I should find a way
To tell you everything
By saying nothing.

Oh give me the words
Give me the words
That tell me nothing
Ohohohoh give me the words
Give me the words
That tell me everything

Oh give me the words
Give me the words
That tell me nothing
Ohohohoh give me the words
Give me the words
That tell me everything ♫

Friday, May 02, 2008

Só uma forma para ser feliz. A verdade!



Enquanto tomava banho, lavava minha mente de tudo que é ruim, de tudo que existe de triste em minha vida.
Quando a água deslizava, eu pensei em, o que escrever hoje. Depois todas as idéias e pensamentos foram junto com a água pelo ralo a baixo.
Talvez não fosse nada de tão interessante, ou talvez, fosse tão interessante que é melhor ficar guardado só pra mim, por que, afinal; não sei quem são as pessoas que me cercam.
Essa semana que passou foi a semana mais estressante da vida de um ser humano de bom coração.
Eu descobri que pessoas que me "cercavam"não gostam do meu "EU" e sim do que tenho (nada material, já que nào tenho nada mesmo), mas estão atrás justamente do que eu mais procuro esconder o meu "eu exterior", e outras coisitas mais, que nem vale apena comentar aqui.
Mas quero deixar bem claro que não sou ingênua, sou uma pessoa que trata as pessoas como acho que deveria ser tratada.
Não tenho culpa de pessoas que tem maldade no coração, pessoas que só pensam em si, não entenderem o que é Respeito ao próximo, confiança, e outras coisas que aos ouvidos de outras podem parecer piegas.
Sou piegas sim, e daí!?

Estou triste, mas isso vai passar logo.
Pois minha estrela brilha, independentemente de luz elétrica ;)

Thursday, May 01, 2008

O Amor


O amor, hum hum, não foi feito para mim
Todos esses “para sempre”
Não são claros, são instáveis.
Chegam sem se mostrar
Como um traidor disfarçado
Machuca-me ou cansa-me, dependendo do dia.

O amor, hum hum, não tem nenhum valor
Não me inquieta
E disfarça-se de suave/meigo...
E quando explode, quando me morde
Aí sim, é pior que tudo,
Porque eu quero, hum hum, cada vez mais.

Por que esses tantos prazeres, arrepios,
E todas essas carícias e pobres promessas?
Do que adianta se deixar envolver
O coração em chamas, e não entender sobre isso,
É tudo uma emboscada

O amor não é para mim
Não é um “Saint Laurent”
Não me cai perfeitamente
Se eu não encontro o meu estilo
Não é por não ter tentado
E do amor eu desisto

Por que esses tantos prazeres, arrepios,
E todas essas carícias e pobres promessas?
Do que adianta se deixar envolver
O coração em chamas, e não entender sobre isso,
É tudo uma emboscada

Eu não quero o amor, prefiro de tempos em tempos
Eu prefiro o gosto do vento
O gosto estranho e suave da pele dos meus amantes.
Mas o amor, hum hum, de jeito nenhum

O coração chama
Existe uma emboscada

O amor, hum hum, eu não quero,
prefiro de tempos em tempos,
eu prefiro o gosto do vento.
O gosto estranho e doce da pele de meus amantes.
mas amor, hum hum, na verdade não

Sunday, April 27, 2008

Loving Every Minute



"Por que você me faz
Andar sem rumo agora
Se não existe sentido
Pra nossa falta de destino?
Por que você me faz
Andar na contramão
E ver em mim pedaços
Que eu nunca conheci?
O que eu preciso saber
Pra te ter comigo de novo
Eu por exemplo,tatuaria em mim
Todas as telas do mundo
Por um sorriso teu... sincero
Por que você me faz
Correr tanto
Se uma flor arrancada
Não sobrevive mais que alguns minutos?
Por que você me faz
Andar pra trás se o mundo
Pára e perde a graça
Quando eu te vejo assim partindo
Nem a sede do teu corpo
Bebendo agua em outro
Nem os teus desejos coloridos
Me fazem desistir
E me calam a boca
Por um sorriso teu...sincero
Celebração do Inútil desejo."

"Se alguém perguntar por mim diz que fui por aí."

"Se quiseres saber se eu volto diga que sim
Mas só depois que a saudade se afastar de mim"

Thursday, April 24, 2008

Time.



Vivo imersa no mundo de sonhos.
Sonhos esses que são só meus.
Só eu sinto prazer e angustia em sonhar.

Suspiro e imagino como seria se
podesse ser o que sonho.

Não posso fazer planos.
Apenas viver os momentos que me são concedidos por bondade,
De um coração, ou por que esse coração também quer, simplesmente, ficar ao lado do meu.

Por que não?
Por que é difícil acreditar que também sou amada?

As minhas angustias no meu mundo de sonhos passam sempre que acordo e sinto aquele cheiro, aquela temperatura ao meu lado.

Nessa hora eu sou muito mais confiante que qualquer general na hora de comandar sua tropa.

Em segundos essa segurança se vai sem deixar vestígios, quando abro os olhos e percebo que o cheiro e a temperatura que tanto me conforta é apenas uma lembrança, uma doce lembrança.

Hoje fico na certeza da incerteza se um dia terei essa sensação novamente.

A incerteza de que ao acordar, o cheiro e a temperatura serão reais.

Gosto de lembranças, gosto de reviver na minha mente momentos felizes, adoro acordar e lembrar de como meu dia, minha noite anterior foi única.

Relembrar detalhes, sorrir com situações.

Mas também gosto de ter lembranças novas para somar com as anteriores e na minha cabeça e no meu coração fazer um livro de histórias asiáticas.

Peço-me paciência.
Peço-me compreensão

Exijo-me tudo que nunca pensei ter, para poder um dia te ter meu.
Faço o que me pedes. Sempre!

Engulo seco. Para que eu possa um dia ter um banquete.

É o sonho que me mantêm viva no mundo real.
É o sonho que não me deixa enlouquecer.
Que não me deixa desacreditar na minha alegria futura.
Por que, quem hoje chora amanhã sorri.

Você minha alegria.
Você minha Alma.
Você meus Momentos.
Você meu Orgulho.
Você meu Riso.

Tuesday, April 22, 2008

Flashbacks



Sim, lavei a roupa que não queria lavar.
O cheiro saiu sim, mas da roupa e não de minhas narinas.
Arrumei a casa, o quarto, a cama. Mas tudo continua do mesmo jeito em minha visão.
Olho pra porta, pra parede, pro chão, pro banheiro. Seja lá pra onde for, eu sempre vejo a mesma coisa.
Cheguei a conclusão de que a mudança não é no ambiente, é na minha mente.
Cheguei a conclusão que a mudança tem que ser INTERNA.
Minhas lembranças são como filmes não linear. Com flashbacks.

Thursday, April 17, 2008

Eu quero você nos meus olhos.



Por que falar nem sempre é bom.
As vezes ficar calado é a melhor escolha. No meu caso, deveria sempre ficar calada quando meu coração resolve falar; como sou rebelde, eu falo.

*Inspiração sobre o post da .Purple Delirium., e tudo haver com meu dia.*

Monday, April 14, 2008

Roteiro de filme?


Foto / Edição: By Ðลиiεℓℓε Aiяεร

Como que pequenos detalhes em nosso cotidiano pode nos deixar bem por muito tempo?
Detalhes esses que de tão pequenos e "insignificantes” pra você, que nem percebe que quando os deixa de fazer o seu dia tem um curso diferente e irritante, ou pouco agradável.
No meu dia, quando eu acordo mais cedo do que o de costume, mesmo quando a minha cama está pedindo pra que eu fique um pouco mais, eu levanto e vou até o meu banho, uso o sabonete que me agrada, aquele que tem um cheiro suave, que faz uma espuminha macia; uso o xampu que tem um cheiro não muito forte. Deixo a água morna fazer o seu percurso natural, sem apressar nada. É muito relaxante. Já saiu do banho revigorada. Visto aquela roupa com cheirinho de amaciante (lembra minha mãe), bem aquecida, por ter acabado de passar. Tomo aquele cafezinho importado que ganhei de presente. Tudo isso sem pressa por que me dispus a acordar mais cedo, só pra curtir mais a minha casa.
Saiu de casa com calma, sem correria pra chegar a tempo na parada de ônibus. Chego lá, o ônibus ainda nem saiu. Parece que tudo caminha para que dê tudo certo.
Chego no trabalho bem disposta. Trabalho bem, sorrindo mais, vendendo mais.
Chego em casa, sob um sol lindo depois de uma tarde de chuva. Tomo outro banho como o primeiro, mas com a intenção de relaxar mais ainda pra dar uma cochilada.
Recebo uma ligação de alguém muito importante pra mim (minha amiga Bebel Ramos), me convidando para aquele café mensal, onde colocamos todos os nossos "papinhos" em dia. Tomamos o nosso café, fumamos o nosso cigarro. Rimos bastante, e depois vamos pra casa.
Chego em casa sou recebida com uma festa por minha cadela, que me acompanha até o quarto. Ligo pro namorado, que pergunta todo atencioso como foi o meu dia, e com uma voz macia diz: "ah! Amor. Que bom que você se divertiu, você estava merecendo. Estou com saudades". Parece roteiro de filme? Parece. Mas não é. É o dia 14-04-08 da minha vida real.

Fiquem com essa experiência. Boa semana!

Wednesday, March 19, 2008

σύστημα (Sistema)





"Vindo do grego o termo "sistema" significa "combinar", "ajustar", "formar um conjunto".
(fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema.

Sabe quando o ser cansa de andar junto com a humanidade? Que já está na hora de seguir o seu próprio caminho, mesmo que sozinho nas suas ideias. Pois é, acho que já chegou minha hora.

Quero partir, sair desse sistema, onde tudo caminha para um só lugar, em um só ritimo.

Cansei.

Cansei mesmo, de esperar ter uma vida como a de todos.

Vou seguir minha essência.

Sempre soube que não sou como as outras pessoas, principalmente como as outras mulheres. Tenho uma identidade. Sou uma digital.

Só uma pessoa foi sensível o suficiente para me compreender, e mesmo assim querer ficar ao meu lado, seja pra onde eu quisesse ir. Agora é tarde.

Seguirei, talvez não hoje e nem amanhã, mas um dia seguirei minhas idéias e meus desejos, e meus sonhos. Só espero não estar com os dias contados para que eu possa tomar a decisão.

Friday, March 14, 2008

Flor do Medo



Venha me beijar de uma vez
Você pensa demais
Pra decidir
Venha a mim de corpo e alma
Libera e deixa o que for
Nos unir
Não vá fugir mais uma vez
Vença a falta de ar
Que a flor do medo traz
Tente pensar
Pode até ser mau e tal
Mas pode até ser
Que seja demais
Tudo vai mudar
Posso pressentir
Você vai lembrar e rir
Alguma dor
Que não vai matar ninguém
Pode ser vista e nos rondar
Não precisa se assustar
Isso é clamor
De amor
Venha me beijar de uma vez
Feito nuvem no ar
Sem aflição
Venha a mim de corpo e alma
Libera a paz do meu coração
Não vá se perder outra vez
Nesse mesmo lugar
Por onde já passou
Tente pensar
Pode até ser sonho e tal
Mas pode até ser
Que seja o amor

(Djavan)

Tuesday, March 11, 2008

Lavar ou não lavar, eis a questão.



Como lavar uma roupa pra sair um cheiro teu?
Me diz, como ter coragem pra lavar uma roupa que está com um cheiro teu?

Um cheiro que não sei se vou sentir tão perto a ponto de grudar em mim.

Será que devo lavar a roupa que está com um cheiro teu?

Wednesday, March 05, 2008

... Caminho que escolhi ...



Meus dias, meus sóis continuam os mesmo.
Acordo, caminho até a remuneração, volto pra casa, vou para o futuro, volto pra casa, durmo, acordo, caminho até a remuneração, volto pra casa, vou para o futuro,...
Tudo sozinha. Sem minha alma gêmea.
É sempre a mesma coisa coisa, os mesmos dias com números diferentes.

A vida segue para os outros mas pra mim está parada.
Sem emoções, sem sorrisos, sem abraços e sem beijos, sem costelinhas, sem nada fora da rotina, ou uma rotina com alguém.

Só, sozinha.
Solta Solteira.

E assim a vida segue...
Acordando, caminhando até a remuneração, voltando pra casa, indo para o que será futuro, mas tudo isso, SÓ.

Tuesday, March 04, 2008

MSN

Minhas madrugadas.

Conversa no MSN 1.

[Personagem 1]
- Olá, quem é você?
[EU]
-sei lá, tu que me add.
[Personagem 1]
- eu te add? Não mesmo!
[EU]
-tá, já sei quem tu és...rs
[Personagem 1]
- quem eu sou?
...

E assim até hoje seguem nossas conversas.