Sunday, November 14, 2010

O tempo não pára.

Passagem do tempo de Dali

Somos imperdoáveis com os famosos, quando o assunto é idade.

Quando procuramos no maior livro de história do século XXI [o Google] a palavra "passagem do tempo" encontrei na aba "Imagens" muitas comparações do "antes e depois" de muitos famosos.

De início, achei cruel, por que é como se estivessem fazendo chacota dessas pessoas, colocando imagens de quando tinham 25 anos e ao lado as fotos do dia atual. Pensei na hora, como somos cruéis, será que não percebemos que o mesmo acontece conosco?

Será que você não percebeu que a sua pele está mais flácida que antes? Seus cabelos irão ficar brancos, seu "bigode chinês" irá ficar destacado no seu rosto. Claro! Você pode ter recursos para usar cremes, tomar remédios para retardar o efeito implacável do tempo sobre a sua vida, mas não poderá esconder por muito tempo.

Mas não recrimino quem usa essa tecnologia para esse fim, por que, é também uma forma de chegar a maturidade bem conservada, e continuar arrancando elogios. Minha dica é, não fique comparando o seu presente com o seu passado. O que virá será melhor do que foi, as vezes não estéticamente, mas no que passa a importar que é o conteúdo.

Quando era mais nova queria muito ser magra, e ser a menina mais bonita do colégio, e hoje, olhando algumas fotos eu vi que era, mas na época eu não me sentia. Ontem queria ter conteúdo suficiente para ser vista como alguém interessante, hoje vejo que sou, mas não tanto por isso ainda busco conhecimentos.

Hoje olhando o orkut de colegas do colégio, vejo que o tempo passou, na verdade me toquei que o tempo está sempre passando, e me pergunto, o que melhorei de lá pra cá, o que fiz da minha vida? Me senti atrasada em certos aspectos como por exemplo, a maioria já é mãe, estão formados e trabalhando em sua área, comparei com a minha vida, e vi, que estou em certos pontos atrás, mas em outros muito a frente. (muito doido isso).

Enfim...cheguei a conclusão que o Cazuza e muitas outras pessoas já chegaram a muito tempo, e que eu também, mas esqueço é que o tempo não pára.

1 comment:

Flávia Escarlate said...

É verdade. Somos cruéis. A gente faz isso (repara na passagem do tempo pros outros) pra se sentir melhor com relação a nós mesmos. Mas não adianta, o tempo não perdoa ninguém. Beijos!