Thursday, February 17, 2011

Vamos tomar banho de chuva?


É incrível como a frase, "Pode crer que tudo vai dar certo" transforma a faísca em fogueira de esperanças. Os seres humanos precisam de esperança pra viver, esperança em conseguir uma vida melhor, uma casa melhor, o trabalho de seus sonhos ou simplesmente (que de simples não tem nada) encontrar o amor de sua vida, e com ele viver até os últimos dias, só há um detalhe. Não sabemos quanto tempo tem a vida inteira desse "amor".

Perdi um grande amigo a dois dias, e ele depois de passar por uma parte, se não a metade da sua vida vivendo com intensidade de mais, tendo uma vida sem limites, levou um tombo e resolveu viver mais pausadamente, curtindo cada pessoa, aproveitando dela o que ela tem de melhor, e doando pra essa pessoa o que ele tinha de melhor, querendo em troca uma amizade verdadeira.

Aprendeu a sentir a chuva, a ver o brilho das estrelas e se comover com o silêncio da lua, aproveitar a transição do mundo.

2 comments:

Meg Bã Sãn said...

Trabalhei com ele em 2008. A gente brigava tanto, rs. Mas quando terminava o expediente lá estávamos, a equipe reunida, na piscina do hotel batendo papo e rindo. Aprendi um bocado, principalmente acrescentou muito numa palavra chamada profissionalismo, coisa que ele tinha e de sobra. Depois daquele dia que me destes a notícia eu, em silêncio, comecei a pesar muitas coisas na minha própria vida, sabe? Eu tava sem acreditar que tinha acontecido. Fiquei muito triste pelo filhinho dele e pela Wal, a namorada. Vi um pouco do sofrimento da Wal pelo facebook, meio que de longe, pq eu sou péssima pra dar pesames, talvez pq qd acontece na minha família, no primeiro momento eu prefiro a solidão e depois precise muito do calor dos amigos... Os poucos e bons que te estendem a mão numa hora dessa. É isso, é impossível não ficar triste, mesmo que a gente não tivesse uma ligação de amizade mais forte depois que terminou o trabalho, mas com certeza foi uma pessoa que acrescentou, pelo menos um pouco na minha vida durante a sua breve existência. Vá em paz, "Da Vovó".

:. Peron .: said...

É. Todos ficamos pensativos com relação a nossa breve passagem nesse plano, depois que uma atinge um nível de elevação suficiente pra sair desse plano. E sim, ele era SUPER profissional e amigo :D