Thursday, April 21, 2011

As grandes almas.


Comecei a escrever no meu fotolog sobre paz mas senti vontade de continuar escrevendo, como no fotolog a leitura é rápida, como o próprio nome sugere, as pessoas vão lá pra publicar e ver fotos, e não pra ficar lendo. Então resolvi continuar aqui.

Para você entender o contexto, acesse o meu fotolog leia e depois vem pra cá e continua a leitura.

Se estiver com preguiça de fazer isso, entenda o contexto, e depois opine, divida seu pensamento.

Antes de conhecer o Pompeu, eu era só alguém que pensava em um mundo melhor, mas não sabia como ter uma vida melhor, então, quando o conheci, meu índice de leitura cresceu, e tomou um rumo que muito combinava comigo, que era o de ler sobre pessoas pacificadoras, como o Gandhi, Dalailama, Madre Teresa, e outras.

Mas o importante é que, eu fui aprendendo a ter consciência do mundo e do que eu sou nesse mundo, mas vi que não adiantou muita coisa eu ter toda essa paz em mim se eu não passo para o mundo.

Então baseado no acontecimento que relatei no meu fotolog, resolvi escrever aqui sobre essas pessoas que muitos, só acham bonito saber a história de vida deles, mas que não tomam para si suas palavras e gestos.

A esqueci também de acrescentar na lista o Bob Marley.

Mahatma Gandhi -Li o livro sobre a vida dele, e no decorrer do livro eu senti raiva dele, deixei de admira-lo, mas depois depois de ontem pensei melhor e vi, que ele era uma pessoa comum, passivo de erros, mas que tentou consertar a maldade do mundo, ele era um grão de arroz, mas conseguiu ser notado e plantar alguma semente desse "arroz" no coração de certas pessoas em diferentes gerações. Claro, é interessante que sempre haja alguém possa estimular esse querer real de "paz no mundo". Todos os dias quando algo assim acontece, falamos, protestamos, fazemos passeatas de "amor pela vida", "paz no mundo", essas coisas, mas é uma luta com dias marcados, 1 dia no ano. Sendo otimista, já é alguma coisa, afinal todos somos ocupados de mais para ter tempo disponível para tentar ganhar essa causa.

Por outro lado, essa falta de disponibilidade deixa cair no esquecimento, e aí vamos levando a vida na mesma. Na mesma correria, na mesma guerra.

O outro o qual me lembrei foi do José Datrino, o Profeta Gentileza, alguém que desde pequeno já sabia o que veio fazer na terra, e fez, plantou a sua semente de "arroz" também.

A minha admiração por essas pessoas é enorme, porque faziam o que sentiam, eram desprendidos do material, realmente importavam-se com o espiritual. A ponto de deixarem suas famílias para tentar ajudar a iluminar o mundo. E eu, o que estou fazendo pra isso acontecer? Nada.

Só leio as minhas revistas, as que me dão ideias, mas não divido com ninguém, me recolho, sou insignificante. Boa vontade até tenho, mas não tenho iniciativa.

Que droga! Sempre fico com raiva de mim, por não ajudar todos que precisam, que estão a minha volta, a começar pelo meu irmão.

Mas irei fazer.

É isso, me despeço com um silêncio interno eterno, em respeito a essa vida que foi tirada, e a tantas outras que foram perdidas por seres que talvez tivesse como serem resgatados do lado escuro, mas faltou coragem de pessoas que tem boas intenções mas não agem, como eu.

&#9996

2 comments:

Anonymous said...

Ajudar os outros é bonito, gratificante e nem sempre exige grandes coisas. Um lugar que você cede no ônibus, uma palavra educada para um caixa de banco que está estressado, um bom dia para o seu vizinho ou uma moeda que você dá para um mendigo. Qualquer coisa, por mais simples que seja e feita de coração, vale tanto quanto as obras feitas pela Madre Teresa ou os ensinamentos do Gandhi.

Só que para tudo isso valer a pena, primeiro você ajuda a si mesmo, aí então sua alma se torna grande para salvar outras.

Beijos

Luana Pagung said...

Olá (:
Obrigada pelo comentário e carinho lá no blog, fico muito feliz em saber que gostou de passar por lá. Volte sempre que desejar, será bem-vinda. (:
Eu uso um programa chamado "Polaroid" mesmo pra colocar as fotos neste estilo. Acredito que seja facilmente encontrado no Google, não tenho mais o link pelo qual baixei, pois faz muito tempo.
Espero ter ajudado.

Bisous. =**